A family business

"Since I founded the company over 50 years ago, I have always sought to create value, first for clients, second for the company and third and last, for shareholders.

This unique situation in the nautical sector means that we can invest every day in innovation and technology, we can develop new models and further refine the services we offer our clients"

Paolo Vitelli

Origens
O nascimento da Azimut Yachts remonta a 1969, quando o jovem estudante universitário Paolo Vitelli fundou a Azimut Srl, com a qual deu início a uma atividade de aluguel de veleiros.

O primeiro passo para o sucesso
Em 1970 algumas prestigiosas marcas do setor náutico confiaram a distribuição de suas embarcações no território italiano a esta jovem empresa.
Em resumo, a Azimut ampliou seu campo de ação: incluindo não apenas a distribuição, mas também, e acima de tudo, o design de novos iates. Na fusão com a Amerglass, nasce o AZ 43' Bali, barco em fibra de vidro produzido em série: o sucesso é imediato.
Começa um plano de extensão descendente da gama - com o lançamento em 1977 do AZ 32' Targa, da “Ford T” náutica - e ascendente (estreia memorável em 1982 do Azimut 105' Failaka, o maior iate da época produzido em série em fibra de vidro).

A aquisição da Benetti e o início da produção própria
Em 1985 a Azimut adquiriu o histórico estaleiro Benetti: em sua sede de Viareggio, onde construíram embarcações até o ano de 1873, nasceu o conceito de megaiate.
Agora a Azimut pode construir suas próprias embarcações, definindo novos padrões estilísticos e industriais que revolucionaram o setor náutico: as grandes janelas sem molduras, os assentos elétricos, a utilização de rádica.

As novas fábricas e a supremacia
A partir do fim dos anos noventa, com a aquisição dos novos estaleiros em Fano, a reestruturação dos estaleiros navais Benetti di Viareggio e a construção de uma nova fábrica em Avigliana, na província de Torino, a Azimut assegurou uma posição de incontestável liderança na produção de iates e megaiates.
A liderança é confirmada nas estações seguintes, graças aos numerosos sucessos comerciais e a uma política de investimentos que reforça ano após ano a capacidade tecnológica e produtiva da empresa, que hoje pode também contar com fábricas no Brasil.